Ações

Invista e se torne acionista de grandes empresas

Aplique na Bolsa de Valores e conte com toda a nossa expertise em Renda Variável
Abra sua conta

O que são Ações?

No mercado de Renda Variável, o investidor tem inúmeras opções de produtos. A principal e mais conhecida é o investimento em Ações.

Ação é um ativo que representa a menor parcela de uma empresa de capital aberto. Ou seja, ao investir você compra um percentual e se torna acionista da companhia. Quanto mais ações adquirir, maior será a participação do investidor na empresa. 

Todas as negociações desses ativos acontecem na B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Na prática, a Bolsa funciona como um mercado. Porém, ao invés de mercadorias, são negociadas ações.

Para garantir a segurança e o funcionamento do mercado acionário, a B3 atua em parceria com a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e ambas são responsáveis por regular e fiscalizar os investimentos em ações. 

Principais características

Para serem negociadas em Bolsa, as empresas precisam realizar um IPO (Oferta Pública Inicial). Essa é uma operação para a companhia abrir seu capital e vender parte da empresa aos investidores em forma de ações.

Além de comprar uma ação diretamente no mercado primário, ou seja, diretamente da empresa após um IPO, é possível investir em ações no mercado secundário, comprando de outros investidores.

Dentro do mercado acionário na B3, as empresas são classificadas por índices. O principal deles é o Ibovespa. Ele é formado pelas empresas com maior liquidez e volume financeiro negociado no mercado.

Na prática, o Ibovespa funciona como um “termômetro” do mercado, mostrando o desempenho médio dos papéis.

Diferentemente do mercado de Renda Fixa, onde os investidores possuem mais segurança e previsibilidade ao investir, o mercado de Renda Variável é mais arriscado, ao mesmo tempo em que oferece mais possibilidade de ganho ao investidor.

Ao investir em ações, o investidor
estará exposto a três riscos.

risco mercado.svg

Risco de mercado

Riscos relacionados a fatores da economia e que não estão ligados diretamente a empresa. Crises políticas, indicadores econômicos e cenário externo são alguns fatores que podem impactar o investidor.

risco empresa.svg

Risco da empresa

Risco diretamente ligado aos resultados trimestrais e anuais das empresas. Caso a companhia não apresente bons resultados financeiros é provável que o preço das ações se desvalorize.

risco liquidez.svg

Risco de liquidez

Risco relacionado a oferta e demanda das ações. É possível que o investidor queira vender seus ativos, mas não encontre nenhum comprador no mercado.

risco mercado.svg Risco de mercado

Abrir/Fechar

Riscos relacionados a fatores da economia e que não estão ligados diretamente a empresa. Crises políticas, indicadores econômicos e cenário externo são alguns fatores que podem impactar o investidor.

risco empresa.svg Risco da empresa

Abrir/Fechar

Risco diretamente ligado aos resultados trimestrais e anuais das empresas. Caso a companhia não apresente bons resultados financeiros é provável que o preço das ações se desvalorize.

risco liquidez.svg Risco de liquidez

Abrir/Fechar

Risco relacionado a oferta e demanda das ações. É possível que o investidor queira vender seus ativos, mas não encontre nenhum comprador no mercado.

Tipos de ações

Há três tipos de ações na Bolsa de Valores. Confira as principais características de cada uma:

Ações ordinárias

Ao investir neste tipo de ação, você tem direito a voto e participação nas decisões da companhia em assembleias.

Ações preferenciais

Não permitem ao investidor votar em assembleias da empresa, mas têm preferência na distribuição de proventos e dividendos.

Units

“Pacote” formado por ações ordinárias e preferenciais.

Análises de Ações

Quem investe no mercado de ações tem como objetivo comprar um ativo a um preço e revendê-lo por um valor maior. Para aumentar as chances de acerto, são usados diversos modelos de análise, sendo os dois principais a Análise Fundamentalista e a Análise Técnica.

fundamentalista.svg

Análise Fundamentalista

São avaliados os resultados e as perspectivas de crescimento da empresa, incluindo sua situação fiscal e a qualidade da gestão. Além disso, os modelos de análise levam em conta o setor de atuação da companhia e a economia como um todo. É usada para operações de médio a longo prazo.

anal tecnica.svg

Análise Técnica

Também conhecida como Análise Gráfica, esse modelo estuda comportamentos históricos dos preços dos ativos para identificar padrões e traçar possíveis cenários futuros. É usada para operações de curto prazo.

fundamentalista.svg Análise Fundamentalista

Abrir/Fechar

São avaliados os resultados e as perspectivas de crescimento da empresa, incluindo sua situação fiscal e a qualidade da gestão. Além disso, os modelos de análise levam em conta o setor de atuação da companhia e a economia como um todo. É usada para operações de médio a longo prazo.

anal tecnica.svg Análise Técnica

Abrir/Fechar

Também conhecida como Análise Gráfica, esse modelo estuda comportamentos históricos dos preços dos ativos para identificar padrões e traçar possíveis cenários futuros. É usada para operações de curto prazo.

Distribuição dos lucros

Investir em Ações pode gerar uma fonte de renda periódica relevante para os investidores. Se houver lucro, as empresas de capital aberto são obrigadas a distribuir no mínimo 25% do lucro líquido aos acionistas. A distribuição de lucros acontece de duas maneiras. São elas:

Dividendos

A empresa distribui esses pagamentos aos acionistas após o pagamento dos impostos sobre o lucro. Como o valor já foi tributado, o acionista recebe os recursos livres de impostos.

JCP

A empresa distribui os Juros sobre Capital Próprio antes da tributação dos lucros. Por isso, o acionista recebe os recursos com uma alíquota de 15% de IR retido na fonte.

Tributação

Para operar no mercado acionário, são incluídos custos de corretagem e ganhos pagos à B3.

A tributação é separada entre operações comuns (ordens de compra e venda do mesmo papel e quantidade, executadas em dias separados) e operações de Day Trade (ordens de compra e venda executadas no mesmo dia, com o mesmo papel e quantidade).

Tipo de Operação Alíquota
Operações comuns
inferiores a R$ 20 mil
Isento
Operações comuns
superiores a R$ 20 mil
15%
Day Trade 20%
*Operações mensais superiores a R$ 20 mil

Diferenciais

Como as ações oscilam de acordo com os resultados das empresas, expectativas do mercado e desempenho da economia, os investidores precisam se munir de informação para tomar a melhor decisão na hora de comprar ações.

É por isso que unimos toda a experiência da nossa equipe de análise com os esforços do time operacional disponibilizando mensalmente a Carteira Recomendada.

Para que você possa investir como um profissional, mesmo com pouco conhecimento de mercado, nós identificamos as melhores oportunidades no mercado de Renda Variável e apresentamos nossas sugestões nas carteiras recomendadas.

E nossa equipe faz os investimentos para você, para te manter sempre atualizado com nossas indicações.Tudo com praticidade e agilidade.

 

Fotografia fachada prédio Safra

Quer investir?
Abra sua conta

O Safra possui especialistas para te apresentar as melhores soluções de investimento para seu perfil e objetivo de vida.

Abra sua conta